Qual o Modelo Ideal de Picking para a sua Empresa?

Qual o Modelo Ideal de Picking para a sua Empresa?

Picking ou Order Picking é momento dentro do armazém ou estoque onde acontece a separação e preparação de pedidos dos clientes para enviar ao seu destino final. Este processo acontece em quatro etapas, a localização do produto, coleta, movimentação e documentação do processo.
Dentro da logística existem 5 tipos de Picking com diferentes estratégias, são eles:


Picking Discreto ou por Pedido

Neste modelo de picking a separação e coleta é feita com produto por vez seguindo a sequência de apenas um pedido por vez. Esta reduz as chances de erros pois o foco está em apenas uma ordem de separação.

Indica-se o picking discreto ou por pedido para empresas que tenham um número baixo de pedidos com grande volume de itens em cada pedido.


Picking por Área ou Zona

Os operadores são divididos por áreas ou zonas do armazém onde eles serão responsáveis por fazer a coleta dos pedidos. O armazém também possui uma divisão, ou seja, cada área ou zona possui uma categoria de produto que é determinada pela empresa e cada colaborador responsável por fazer o picking está relacionado a uma zona.

Indica-se este modelo em operações com alto número de SKU’s por conta do tempo de deslocamento dos operadores ser reduzido.


Picking por Lote

No processo de picking por lote o colaborador coleta de uma só vez várias unidades de um mesmo SKU para pedidos diferentes. Se o estoque possui uma baixa diversidade de itens este modelo de picking aumentará a produtividade do operador.


Picking por Onda

O picking por onda é bem semelhante ao picking discreto, porém neste modelo cada operador é responsável por coletar um tipo de produto a partir de um agendamento, ou seja, em determinados períodos de turno.

Indica-se este modelo para operações com alto número de SKU’s e grande quantidade de itens por pedido.


Picking Balanceado

Este modelo de picking, também conhecido como bucket brigades, é uma operação auto balanceável e que exige uma grande coordenação entre os colaboradores. No picking balanceado os operadores trabalham de forma sincronizada gerando uma sucessão de tarefas, ou seja, eles são responsáveis por cada pedido e quando o operador termina o seu pedido, ele passa para o próximo que tinha sido anteriormente iniciado por outro operador que, consequentemente, passará para o próximo pedido.

Trabalhando corretamente neste modelo, ou seja, desde que o primeiro operador faça a atividade de forma correta e assim não prejudicando os próximos operadores e processo, no picking balanceado é possível ter uma redução da necessidade de planejamento e administração, evitar que alguns profissionais ou equipamentos fiquem sobrecarregados, permitir que o processo se torne mais ágil e flexível pelo auto ajuste e ainda ter qualidade aumentada pela redução do work-in-process.


Mas afinal, apenas conhecendo sobre os tipos de picking eu consigo entender qual o melhor modelo para a minha empresa? Não, é preciso entender o processo logístico como um todo para então avaliar o melhor modelo para o seu armazém evitando o aumento dos custos com armazenagem e prazos de entrega aos clientes.


Consultora de Projetos Engª. Gabriela Luiza Tafner

Assine nossa

Newsletter

error: Conteúdo Protegido